terça-feira, 30 de agosto de 2011

Depois que você conhece o EXCELENTE, o MAIS OU MENOS não lhe satisfaz.


Hoje eu queria te pedir perdão. Não apenas perdão por todas as sensações ruins que fiz você sentir, (sei que elas existiram...) Mas perdão por ter deixado de te amar assim, tão de repente.

Eu sei, sei que prometi que seria PARA SEMPRE, circunstância ou pessoa alguma mudariam a imensidão do amor que sentia por você; de fato, não houve nenhuma interferência externa. Mudou DENTRO de mim.

Você deixou de ser o homem por quem me apaixonei. O cara espontâneo, divertido. O homem que diversas vezes foi menino, às vezes frágil, ocasionalmente intempestivo, mas sempre motivo de orgulho. Você mudou tanto, que mesmo buscando não reconhecia nenhum traço do homem que um dia amei. E eu procurei tanto. Eu travava uma luta diária comigo mesma para não desistir. Você nunca percebeu. Tão pouco se importou.

Veio o afastamento, inevitavelmente a separação, seguimos ‘nossa estrada’, cada um trilhando o seu caminho.

Anos mais tarde a vida nos surpreende... Quem diria, não é mesmo? Estávamos mais uma vez frente a frente. Foi nítida sua expressão de fracasso ao perceber que eu não esboçara nenhuma emoção. Meus olhos já não brilhavam quanto te viam. Meu coração enfim estava sereno. ‘Os últimos 3 anos chorando por você,  serviram ao menos para uma coisa: Me secar por dentro.’ Eu estava curada de você. E só então você percebeu que teve FIM. Ao menos para mim.

3 comentários:

Dalila Maitê disse...

Seu BLog é lindooo! ameei!
To seguindo vc!
me segue tbm?
http://dalila-maite.blogspot.com/

Anônimo disse...

Vivo aki lendo e relendo seus posts!

Corrinha Rodrigues disse...

Dalila: Já dei uma passadinha lá, bem arrumadinho, gostei! ^^

Anônimo: Que bom que resolveu ficar. A 'casa' tá repleta de sentimentos, volte sempre! ^^

Bjos.